segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

Sobre o IX Congresso Nacional de Geologia/ 2º Simpósio de Paleontologia Brasil-Portugal


Desenvolvimento Sustentável da Terra: Novas Fronteiras” foi o tema do IX Congresso Nacional de Geologia (IXCNG), que decorreu entre 18 e 24 de Julho no Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. No âmbito deste evento decorreu o 2º Simpósio de Paleontologia Brasil-Portugal. Neste encontro foram apresentados diversos trabalhos de investigação sobre diferentes temáticas da área da paleontologia, desenvolvidos em Portugal e no Brasil mas também em países africanos.
Os dinossáurios marcaram presença com um trabalho sobre o registo de ceratossáurios do Jurássico Superior da Bacia Lusitânica (resumo em anexo), coordenado pela investigadora da Sociedade de História Natural e da FC da Universidade de Lisboa. A presença neste registo de uma forma de ceratossáurios basal estreitamente relacionada ao género Ceratosaurus, descrito em níveis correlativos da América do Norte, tem sido proposta com base em escassos elementos apendiculares e alguns dentes isolados. Recentemente, a análise de uma nova amostra, constituída por um conjunto de elementos apendiculares, acrescenta novos dados que suportam esta hipótese. Estes fósseis constituem a evidência mais completa que se conhece até ao momento da presença de Ceratosaurus na Europa, estendendo o registo deste género de terópodes fora da América do Norte. 

No âmbito do 2º Simpósio de Paleontologia Brasil-Portugal foi também apresentado o estudo de um conjunto de ovos fósseis de crocodilomorfos recolhido no Jurássico Superior da Formação da Lourinhã, no litoral da região de Cambelas em Torres Vedras, Portugal. Este trabalho foi apresentado por João Russo e realizado em colaboração com O. Mateus, A. Balbino e M. Marzola, do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, do Museu da Lourinhã e do Departamento de Geociências da Universidade de Évora. 



Uma revisão do registo de bivalves citados no Pliesbaquiano (Jurássico Inferior) da Bacia Lusitânica, com actualização das espécies referidas neste registo, bem como a sua distribuição temporal e espacial, foi apresentada por Ricardo Paredes (PDF disponível em anexo). Este paleontólogo, do Departamento de Paleontología da Facultad de Ciencias Geológicas da Universidad Complutense de Madrid apresentou ainda, em colaboração com M.J. Comas-Rengifo da mesma instituição e L.V. Duarte do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, um trabalho sobre o valor patrimonial das falésias fossilíferas do Sinemuriano (Jurássico Inferior) no Centro-Oeste de Portugal.

O estudo de um conjunto de fósseis de trilobites do Ordovícico Superior de Mação (Portugal) foi apresentado por Sofia Pereira do Departamento de Geologia (DG) e Centro de Geologia (CG) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL).Neste trabalho, desenvolvido em colaboração com A.A. Sá do Departamento de Geologia da Universidade de Trá-os-Montes e Alto Douro (DG, UTAD) e do Centro de Geociências da Universidade de Coimbra (CG, UC), C.M. Silva do DG e CG da FCUL e N. Vaz do DG, UTAD e CG, UC, foi descrita e figurada pela primeira vez a espécie Panderia beaumonti no registo português.


O 2º Simpósio de Paleontologia Brasil-Portugal contou ainda com diversos trabalhos sobre paleobotânica bem como sobre diferentes temáticas no âmbito da micropaleontologia.








terça-feira, 15 de Julho de 2014

Campanha Paleontológica em Utah, 2014


Como tem sido costume nos útimos anos, alguns de nós voltarão a ter a oportunidade de continuar a trabalhar nas expedições organizadas pelo Natural History Museum of Los Angeles County. Tal como nas campanhas de 2012 e 2013, este ano continuaremos os trabalhos de escavação nos sedimentos do Jurássico Superior da Formação Morrison em San Juan County (Utah). Aproveitaremos também para consultar mais uma vez as colecções de saurópodes do Natural History Museum of Los Angeles County provenientes da Formação Morrison.

Zona central do Natural History Museum of Los Angeles County

Este ano seguiremos com uma jazida composta por uma acumulação de vários espécimenes de dinossáurios saurópodes, terópodes e ornitópodes. Os saurópodes continuam a ser o grupo mais bem representado com vários indivíduos já identificados.

Um grande fémur de saurópode descoberto no ano 2013

Nesta escavação contaremos com a presença do investigador Pedro Mocho da Sociedade de História Natural de Torres Vedras e do Grupo de Biología Evolutiva UNED/Universidad Autónoma de Madrid que tem vindo a desenvolver a sua investigação sobre história evolutiva dos saurópodes do Jurásico Superior de Portugal.

sexta-feira, 4 de Julho de 2014

Simpósio em Evolução e Sociedade - No Rasto de Mandela


O Núcleo de Educação e Divulgação da Evolução da Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva (NEDE-APBE) convida todos os interessados a participar noSimpósio em Evolução e Sociedade - No Rasto de Mandela no dia 18 de Julho, o "Dia Internacional Nelson Mandela".


Programa resumido:

1st SESSION. HUMAN DIVERSITY
Human origins and genetic diversity - David Comas (UPF, Barcelona)

The evolution of human cultural diversity as exemplified by languages- Nathalie Gontier (FCUL)

2nd SESSION. RACISM AND PREJUDICE: MANDELA'S FIGHT
Controversy about the use of the concept of "race" in the genomic era: can genetic diversity promote equality? - Joana Inês Pontes (IFilosofia, UP)

Integrated view of UNESCO about the problem of racism- José M. Álvarez-Castro (USC, Santiago de Compostela, IGC)

3rd SESSION. RECONCILIATION AND COOPERATION: MANDELA'S DREAM
The concept of race: for an anthropology of humanism - Rosa Maria Perez (ISCTE-IUL)

"Only free men can negotiate" (Mandela). Racism as social structure - Miguel Vale de Almeida (ISCTE-IUL)


Local: Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, anfiteatro 6.1.36, dia 18 de Julho das 12.30 às 19 horas
A entrada é gratuita, mas a inscrição é obrigatória.

segunda-feira, 30 de Junho de 2014

Defesa da Tese de Doutoramento de Fernando Escaso: "Dinossauros Ornitísquios do Jurássico Superior de Portugal".

É com uma grande satisfação que anunciamos a defesa de tese de doutoramento do nosso colega Fernando Escaso, intitulada "Dinossauros Ornitísquios do Jurássico Superior de Portugal", realizada hoje na Universidade Autónoma de Madrid.
Fruto de um imenso trabalho, esta tese faz uma abordagem sistemática ao grupo dos dinossauros ornitísquios portugueses, existentes em vários museus nacionais e na colecção paleontológica de referência da SHN. Este era um trabalho há muito esperado, com uma enorme importância para o conhecimento das faunas de dinossauros portugueses, e daquele grupo em particular!

Parabéns Fernando!!! E aos orientadores, Francisco Ortega e J.L. Sanz!


Fernando Escaso, escavação paleontológica no Jurássico Superior de Torres Vedras

Fernando Escaso, no Laboratório de Paleontologia da SHN.

quarta-feira, 25 de Junho de 2014

Curso Modular de Fotografia para Aplicações Científicas: Módulo 2

A Sociedade de História Natural promove um conjunto de workshops modulares sobre fotografia científica, preferencialmente orientado para investigadores e/ou estudantes de Paleontologia, Geologia, Biologia e Arqueologia e será dividido em módulos independentes entre si, mas que constituirão no seu todo um corpo de trabalho onde serão exploradas inúmeras técnicas de captação fotográfica de imagens (assim como de edição e impressão digital), técnicas essas úteis ao trabalho de investigação, catalogação e divulgação dos projetos científicos.

Módulo 2: 
Fotografia Técnica de Fósseis e Objetos Metálicos
19 e 20 de Julho

+info: aqui

terça-feira, 20 de Maio de 2014

Escavação paleontológica de emergência em notícia de novo jornal on-line

Em jeito de actualização da nossa escavação paleontológica de emergência (e cada vez mais de emergência porque o mar hoje quase destrói a jazida com o dinossauro), deixamos o link para uma reportagem no recém inaugurado jornal diário on-line "O Observador". Passem por lá:http://observador.pt/sociedade-de-historia-natural-tenta-salvar-sauropode-ameacado-pelo-mar/
Os trabalhos hoje não foram pacíficos! Apesar de continuar a aparecer ossos muito interessantes, o clima não ajudou, com muita chuva e uma forte ondulação, o que nos obrigou a proteger a escavação, para evitar danos maiores....

Enfim, ossos do oficio...nestas situações de salvamento, e em particular na linha de costa, é previsível as coisas sofrerem alguns reveses...