segunda-feira, 19 de julho de 2010

Cetáceos fósseis no III Congresso Ibérico de Paleontologia/XXVI Jornadas da SEP

No seguimento das comunicações apresentadas no III CIP/XXVI Jornadas da SEP, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, colocamos aqui mais informações sobre trabalhos por nós apresentados, desta vez sobre material de Cetáceos do Miocénico de Portugal. Os exemplares alvo de abordagem pertencem à colecção do Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa.

Aqui vai a informação de referência às comunicações: 

Crânios fósseis de cetáceos (Mysticeti, Cetotheriidae) do Museu Nacional de História Natural, Lisboa: um breve enquadramento histórico
Cetacean fossil skulls (Mysticeti, Cetotheriidae) of National Museum of Natural History, Lisbon: a brief historical background

P. Mocho1,2 e L. Póvoas3

1 Laboratório de Paleontologia e Paleoecologia da ALT-Sociedade de História Natural, TORRES VEDRAS, PORTUGAL
2 Departamento de Geologia, Universidade de Lisboa, LISBOA. PORTUGAL. pedromochogeofcul@hotmail.com
3 Museu Nacional de História Natural (MNHN), Universidade de Lisboa, LISBOA. PORTUGAL. lipovoas@fc.ul.pt

Os crânios de cetáceos miocénicos, sediados no Museu Nacional de História Natural (MNHN) em Lisboa, constituem um registo fóssil de grande valor histórico. Tendo sido recolhidos na primeira metade do século XIX, deram origem a uma das primeiras referências, bem como às primeiras figurações de fósseis portugueses em estudos paleontológicos. Devido à sua importância na história da paleontologia em Portugal, e em particular na paleontologia de vertebrados, julgou-se pertinente realizar uma contextualização histórica destes exemplares.
Resumo: Três crânios fósseis de cetáceos das colecções do Museu Nacional de História Natural (Universidade de Lisboa), provenientes do Miocénico marinho português, foram recolhidos durante a exploração aurífera oitocentista que teve lugar na Adiça, entre a Fonte da Telha e a Lagoa de Albufeira. Dos três crânios colectados por Alexandre Vandelli restam apenas dois exemplares no MNHN (um crânio de Metopocetus e outro de Aulocetus), sendo desconhecido o paradeiro do terceiro. Existe ainda um crânio de Cephalotropis que provavelmente fora recolhido também na Adiça no mesmo período histórico. 

Palavras-chave: Alexandre Vandelli, Academia Real das Ciências, Cetáceos fósseis, exploração aurífero

Abstract: Three cetacean fossil skulls belonging to the collections of the National Museum of Natural History (Lisbon University), from the Portuguese marine Miocene, were collected during the 19th century gold exploitation, at Adiça, between Fonte da Telha and Lagoa de Albufeira. Only two skulls collected by Alexandre Vandelli are in MNHN collections (one skull of Metopocetus and another one of Aulocetus). The location of the third specimen is unkown. There is also a Cephalotropis skull, probably collected at Adiça, in the same historical period.

Key words: Alexandre Vandelli, Academia Real das Ciências, Adiça, gold exploitation, fossil cetaceans



Contribuição para a revisão sistemática de um crânio de Cephalotropis Cope, 1896 (Cetacea: Cetotheriidae) do Miocénico superior (Tortoniano inferior) da Adiça (Sesimbra, Portugal)
A contribution for the systematic study of a Cephalotropis Cope, 1896 (Cetacea: Cetotheriidae) skull, from the Upper Miocene (Lower Tortonian) of Adiça (Sesimbra, Portugal)

P. Mocho1,2 e L. Póvoas3

1 Laboratório de Paleontologia e Paleoecologia da ALT-Sociedade de História Natural, TORRES VEDRAS, PORTUGAL
2 Departamento de Geologia, Universidade de Lisboa, LISBOA. PORTUGAL. pedromochogeofcul@hotmail.com
3 Museu Nacional de História Natural (MNHN), Universidade de Lisboa (UL), LISBOA. PORTUGAL. lipovoas@fc.ul.pt

O crânio fóssil em foco possui importância para além do seu potencial científico, por se tratar de um registo de grande valor histórico recolhido muito provavelmente na primeira metade do século XIX. O presente estudo surge da necessidade de revisão e reavaliação de interpretações sistemáticas de estudos clássicos, já descontinuados, incidentes no crânio fóssil de Cephalotropis pertencente à colecção do Museu Nacional de História Natural (MNHN), em Lisboa. Ao contrário de estudos anteriores, este baseia-se em observações de carácter presencial.

Resumo: Este estudo apresenta-se como uma primeira abordagem no processo de revisão sistemática de um crânio de Cephalotropis pertencente às colecções do Museu Nacional de História Natural (Universidade de Lisboa). O exemplar recolhido no séc.XIX em terrenos do Miocénico superior (Tortoniano inferior) na região litoral da Adiça, apresenta características que o aproximam da espécie Cephalotropis coronatus do Miocénico superior de Maryland (E.U.A.), abrindo assim a possibilidade de um novo enquadramento sistemático, diferente do anteriormente proposto. 

Palavras-chave: Cephalotropis coronatus, Cephalotropis nectus, Cetotheriidae, Cetáceos, Miocénico

Abstract: This study constitutes a first approach to the systematic revision of a Cephalotropis skull belonging to the National Museum of Natural History (UL) collections. The specimen, collected during the 19th century in levels of the Upper Miocene (Lower Tortonian) from Adiça region, shows evidences that approximate it to the species Cephalotropis coronatus from the Upper Miocene of Maryland (USA). This leads to the possibility of a new systematic proposal different from the previous one.

Key words: Cephalotropis coronatus, Cephalotropis nectus, Cetotheriidae, Cetaceans, Miocene.




1 comentário:

OKEAN Shept disse...

In 2012 the fossilized occipital bone of a skull of a Miocene whale of tsetoteriya (Cetotherium), or the sorts Brandtocetus (and on age it precisely corresponds to a holotype of a type of B. chongulek - bottoms of the late Sarmatian) is found
So far it is kept and нечищена. The closed-up channel of a spinal opening is visible. Weight is more than 10 kg.
Find Kerch place, garden sites on the seashore with breaks to 10 m, and clay layers, plaster crystals.
It is found on a surface about the road.
http://vk.com/album204569914_195885301
At whom doesn't suffice for a full skeleton, write okean@ukr.net